VEM PRO GOOGLE

VOCÊ ENCONTROU O QUE QUERIA? PESQUISE. Nas guias está a matéria que interessa a você.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.
GUIAS (OU ABAS): 'este blog', 'blogs interessantes', 'só direito', 'anotações', 'anotando e pesquisando', 'mais blogs'.

PARTICIPE TAMBÉM DESTE SITE!

MAIS DE 1.870.000 ACESSOS. Muito obrigada, de coração!

ESTE É UM DOS MELHORES E MAIORES BLOGS DE PORTUGUÊS

sábado, 20 de junho de 2009

COISAS QUE APRENDEMOS EM CURSINHOS: O CIFRÃO. UM OU DOIS TRAÇOS VERTICAIS?

O Tio Patinhas é o culpado por escrevermos o cifrão errado. O correto é apenas um traço, e não doisParece bobagem, mas em cursinhos para o exame da OAB aprendemos também sobre o cifrão.
O grande engano cometido derivaria de um erro muito divulgado, e o culpado seria o Tio Patinhas.
Cifrão seria, pois, o esse cortado com um traço na vertical (apenas um).
O equívoco poderia ser verificado lendo um...
texto digitado, um livro ou mesmo o teclado do computador. Veja o teclado, digite: há apenas um traço. 
O Tio Patinhas é o culpado por escrevermos o cifrão errado. O correto é apenas um traço, e não doisImagem de cifrãoQual a importância de escrevê-lo corretamente?
Se o examinador souber a distinção, tirará pontos do examinando incauto.
No exame da Ordem, tudo...
conta - contra ou a favor.
Daí, valeria a pequena dica. 
OBSERVAÇÃO
O Tio Patinhas é o culpado por escrevermos o cifrão errado. O correto é apenas um traço, e não dois
Aqui o Tio Patinhas acertou. 
Mudei o tempo dos verbos usados, pois depois de sete anos e muitos comentários, um deles, desta segunda-feira, 27, me chamou a atenção.
Segundo o Banco Central, o cifrão seria grafado com dois traços e não um, conforme orientou o professor.
Claro, agradeci e fui conferir. 
O texto divulgado, extraído do Livro "Casa da Moeda do Brasil: 290 anos de História, 1694/1984", assevera realmente que o cifrão é grafado, realmente, com dois traços, que representariam as Colunas de Hércules:
A invasão do reino Visigodo, pelos árabes, foi realizada no ano 711 da era cristã, pelo general Djebel-el-Táriq (Táriq-ibn-Ziyád), o Conquistador, em nome dos Califas Omíadas. As incursões muçulmanas levaram ao continente europeu a cultura árabe que, mais tarde, se espalhou pelo mundo, com as conquistas europeias, especialmente de portugueses, espanhóis, franceses, ingleses e holandeses.
O Tio Patinhas é o culpado por escrevermos o cifrão errado. O correto é apenas um traço, e não doisExistem duas versões quanto ao caminho percorrido pelo general árabe. A primeira, em que teria Táriq partido de Tânger, cidade próxima ao Marrocos, e da qual era governador. A segunda, em que, para alcançar a Europa, teria partido da Arábia e passado, sucessivamente, pelo Egito, desertos do Saara e da Líbia, Tunísia, Argélia e Marrocos; cruzado o estreito das Colunas de Hércules e chegado, finalmente, à Espanha. Esse estreito, a partir do século VIII, passou a denominar-se Djebel-el-Táriq e, atualmente, tem o nome de estreito de Gibraltar, palavra que se origina do árabe Djabal. Táriq mandou gravar, em moedas, uma linha sinuosa, em forma de "S", representando o longo e tortuoso caminho percorrido. Cortando essa linha sinuosa mandou colocar, no sentido vertical, duas colunas paralelas, representando as Colunas de Hércules, com o significado de força, poder, perseverança. O símbolo assim gravado nas moedas - Imagem de cifrão  - passou a ser reconhecido, em todo o mundo, ao longo do tempo, como cifrão, representação gráfica do dinheiro.
Agradeço também ao professor, mas doravante voltarei a grafar o cifrão com dois traços. 

deixe um comentário. SEMPRE É POSSÍVEL MELHORAR.

Obrigada pela visita!
QUER RECEBER DICAS? SIGA O BLOG.


Seja leal. Não copie, compartilhe.
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Respeite o direito autoral.
Gostou? Clique, visite os blogs, comente. É só acessar:

BELA ITANHAÉM

TROCANDO EM MIÚDOS

"CAUSOS": COLEGAS, AMIGOS, PROFESSORES

GRAMÁTICA E QUESTÕES VERNÁCULAS
PRODUÇÃO JURÍDICA
JUIZADO ESPECIAL CÍVEL (O JUIZADO DE PEQUENAS CAUSAS)

e os mais, na coluna ao lado. Esteja à vontade para perguntar, comentar ou criticar.
Um abraço!
Thanks for the comment. Feel free to comment, ask questions or criticize. A great day and a great week! 

Maria da Gloria Perez Delgado Sanches 

11 comentários:

  1. Isso é verdade. :)

    Durante MUITO tempo eu pensei que eram 2 riscos. Só descobri isso há algum tempo quando fui fazer o logotipo do meu site, hehehe.

    O "tanso" aqui ficou tentando achar uma fonte onde o cifrão fosse cortado "corretamente", ou seja, com dois riscos, hehehe.

    Agora ... só queria saber qual foi o motivo que levou a disney a grafar o cifrão com 2 ... :)

    O seu blog contém ótimas dicas ! Parabéns !! :)

    ResponderExcluir
  2. Outra curiosidade na mesma linha: consta que o célebre compositor Igor Stravinsky gostava tanto de dinheiro que quando autografava punha suas inicias superpostas. Tal informação é completamente inútil, pois não leva a faturar pontos em prova nenhuma, até onde eu saiba. Só que este detalhe é um possível reforço mnemônico para a forma correta do cifrão.

    ResponderExcluir
  3. Pessoal, acho que essa história que os cursinhos da OAB falam está equivocada. Olhem a própria pagina do Banco Central: http://www.bcb.gov.br/?CIFRAO

    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. O cifrão com dois riscos foi disseminado pela revista do tio Patinhas, como símbolo do dinheiro (o que é compatível com o divulgado pelo Banco Central).
    O problema não está naqueles que não sabem do símbolo, mas naqueles que o conhecem.
    Arriscar, para quê?

    ResponderExcluir
  5. É cortado com duas barras paralelas.
    Fonte: Wikipédia e Banco Central

    ResponderExcluir
  6. O "S" é cortado com duas barras paralelas.
    Fonte: Wikipédia e sítio oficial do Banco Central.

    ResponderExcluir
  7. A wikipedia pode ser modificada por qualquer um... ignorância humana...

    ResponderExcluir
  8. Em Portugal e no Brasil, o cifrão costumava ter dois traços: .Com o advento do computador e suas fontes importadas, ele sobrevive apenas na escrita à mão.

    ResponderExcluir
  9. A coluna se engana. O cifrão, conforme o Banco Central, autoridade brasileira no assunto, é cortado por duas barras verticais paralelas (vide Colunas de Hércules). O fato de aparecer em teclados de computador cortado por apenas um traço advém do fato de que a maioria dos teclados disponíveis entre nós utiliza símbolos originais americanos, mas não invalida a grafia correta.

    ResponderExcluir
  10. Obrigada pela dica. Acessei o site do Banco Central e confirmo a versão apontada. Muito provavelmente o professor está equivocado.

    ResponderExcluir

Esteja a vontade para comentar, criticar, elogiar ou enviar sugestões.

DÊ UMA CHANCE PARA SEUS SONHOS. DA CIDADE GRANDE PARA A CASA NA PRAIA, COM UM GRAAAAAANDE TERRENO.

DÊ UMA CHANCE PARA SEUS SONHOS. DA CIDADE GRANDE PARA A CASA NA PRAIA, COM UM GRAAAAAANDE TERRENO.
Ser feliz é uma opção e você é livre para viver a vida. Escolha seu sonho. Vale a pena.

QUEM SOU EU

Minha foto

Da capital, já morei entre verde e bichos, na lida com animais e plantas: anos de injeção, espinho de ouriço, berne, parto de égua e curva de nível, viveiros, mudas, onde encontrei tempo para lecionar inglês, alfabetizar adultos e ler livros, na solidão do mato. 

Paixões se sucederam e convivem até hoje: Contabilidade, Economia, Arquitetura (IMES, MACK), a chácara e, afinal, o Direito (FDSBC, cursos e pós graduações). No Judiciário desde 2005, planto, replanto, reciclo, quebro paredes, reconstruo, estudo, escrevo e poetizo, ao som de passarinhos, que cantam nossa liberdade.

Não sou da cidade, tampouco do campo. Aprendiz, tento captar o que a vida oferece, para que o amanhã seja melhor. Um mundo melhor, sempre.

Agora em uma cidade mágica, em uma casa mágica, na qual as coisas se transformam e ganham vida; mais e mais vida. Minha cidade-praia-paraíso, Itanhaém.

Nesta casa de espaços amplos e um belo quintal, que jamais é a mesma do dia anterior, do minuto anterior (pois a natureza cuida do renovar a cada instante o viço, as cores, flores, aromas e sabores) retomei o gosto pelo verde, por releituras de espaços e coisas. Nela planto o que seja bom de comer ou de ver (ou deixo plantado o que Deus me trouxe), colho, podo, cozinho os frutos da terra, preparo conservas e invento pratos de combinações inusitadas, planejo, crio, invento, pinto e bordo... sonho. As ideias brotam como os rebentos e a vida mostra-se viva, pulsante.

Aqui, em paz, retomo o fazer miniaturas, componho terrários que encantam, mensagens de carinho representadas em pequenas e delicadas obras. 

Muito prazer! Fique à vontade, passeie um pouco: questões de Direito, português, crônicas ("causos"), jardinagem e artesanato. Uma receita, uma experiência nova, um redescobrir. 

Pergunte, comente, critique, ok? A casa é sua e seu comentário será sempre bem-vindo.

Maria da Gloria Perez Delgado Sanches

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

Arquivo do blog