VEM PRO GOOGLE

VOCÊ ENCONTROU O QUE QUERIA? PESQUISE. Nas guias está a matéria que interessa a você.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.
GUIAS (OU ABAS): 'este blog', 'blogs interessantes', 'só direito', 'anotações', 'anotando e pesquisando', 'mais blogs'.

PARTICIPE TAMBÉM DESTE SITE!

MAIS DE 2.000.000 ACESSOS. Muito obrigada, de coração!

ESTE É UM DOS MELHORES E MAIORES BLOGS DE PORTUGUÊS

domingo, 5 de agosto de 2012

FIGURAS DE LINGUAGEM. EPIZEUXE OU REDUPLICAÇÃO

Exemplo de figura de linguagem: Epizeuxe ou epizêuxis
Epizeuxe ou epizêuxis significa ligação, ligação pela repetição de uma palavra.
Consiste na repetição de uma palavra sem outras intermediárias, para amplificar, para exprimir compaixão ou para exortar. É a repetição de uma palavra seguidamente.
Exemplos:
Vocês, vocês grevistas é que não sabem...

FIGURAS DE LINGUAGEM. EPÍSTROFE

Exemplo de figura de linguagem é a Epístrofe
Epístrofe significa volta.
Consiste na repetição de palavra do fim de diversas orações do mesmo período.
Pode ficar mais fácil com os exemplos:
Nunca morrer assim!/Nunca morrer num dia/Assim!de um sol assim! (Olavo Bilac, Poesias, p.170)
Tudo acaba com a morte, e tudo se acaba com a morte, até mesmo a morte. (Vieira)
Aquino era...

FIGURAS DE LINGUAGEM. EPANALEPSE

Exemplos de figura de linguagem: Epanalepse
Epanalepse significa repetição.
Consiste na repetição de uma frase à guisa de estribilho ou na repetição de uma palavra ou de palavras no meio de frases seguidas.
Exemplos:
Divertem-nos...

FIGURAS DE LINGUAGEM. EPANADIPLOSE

Epanadiplose significa tornar a trazer.
Consiste em terminar uma frase com a mesma palavra com que começou, isto é, na repetição de uma palavra no começo e no fim de uma frase ou de um verso.
Exemplos:
Todas bailarinas, ótimas bailarinas todas.
Rosa, a desabrochar,

FIGURAS DE LINGUAGEM. ELIPSE

Elipse é uma das figuras de linguagem por omissão. Significa falta.
Consiste na omissão de uma ou mais palavras sem prejuízo da clareza de sentido ou ordem da frase. São facilmente subentendíveis pelo sentido.
Exemplos:
No Líbano

FIGURAS DE LINGUAGEM. DIÁCOPE

o que é diácope? exemplos de figuras de linguagem
Diácope significa interrupção, pausa, suspensão.
Consiste na repetição de uma mesma palavra ou muito semelhante, pondo outra ou outras, diferentes - de permeio.
Exemplos:
Dargo, o valente Dargo, a quem na guerra ninguém...

FIGURAS DE LINGUAGEM. CATACRESE

Catacrese é o emprego quase que indevido de um termo.
É a aplicação de um termo figurado por falta de termo próprio.
Exemplos: pernas da mesa, mão de pilão, embarcar num trem.
Observação:

FIGURAS DE LINGUAGEM. ASSÍNDETO OU ASSÍNDETON

Assíndeto é figura de linguagem por omissão que significa sem ligação.
Consiste na supressão de elementos conectivos, preposições e conjunções entre frases ou entre partes da mesma frase, com o objetivo de tornar as orações mais incisivas. É, pois, o uso de orações justapostas.
Exemplos:
Os gestos

FIGURAS DE LINGUAGEM. APÓSTROFE

Apóstrofe significa fuga, afastamento.
Consiste na invocação (vocativo) ou interpelação de pessoa, animal ou coisa presente ou ausente, real ou imaginária.
Exemplos:
"Pequei,

FIGURAS DE LINGUAGEM. ANTONOMÁSIA

Antonomásia significa chamar com nome diferente. Consiste na substituição de um nome próprio por um comum. Essa substituição se dá ainda por expressões perifrásticas onde ocorre a aproximação entre o símbolo (ver: símbolo) e o simbolizado, quer regional quer universalmente conhecidas.
Exemplos:
O espetáculo?

FIGURAS DE LINGUAGEM. ANTÍTESE

Antítese significa opor-se, contrariar.
É uma figura de linguagem de realce, que estabelece contradição entre duas idéias. Também se denomina entimenaConsiste no argumento de dois pensamentos ou expressões opostas, com o objetivo de fazer sobressair uma pela outra, aproximando-os. As expressões ou palavras são de sentido diferente.
Exemplos:
Tu és Caldas,

FIGURAS DE LINGUAGEM. FIGURAS DE INVERSÃO. ANÁSTROFE, SÍNQUISE E HIPÉRBATO

exemplos de figura de linguagem: sínquise hipérbato anástrofe
São três figuras de linguagem que têm seus significados ligados a revirar, transformar, por em desordem, à confusão.
A anástrofe consiste na inversão da ordem natural das palavras correlativas, ou seja, é a transposição da ordem analítica, pela qual os complementos se antepõem à palavra a que completam. É a transposição dentro de...

FIGURAS DE LINGUAGEM. ANÁFORA

o que é anáfora? como usar
Anáfora significa petição, relação. Consiste na repetição de uma mesma palavra no princípio de cada frase ou de elemento da frase. É a repetição de mesma palavra o princípio de várias orações, pertencentes ao mesmo...

FIGURAS DE LINGUAGEM. ANADIPLOSE

anadiplose é
Anadiplose significa reduplicação.
Consiste no emprego de uma mesma palavra no término de um verso ou frase e no início de outro. Assim, um começa com a última palavra do outro. Ou seja, consiste em principiar as orações ou versos pela última palavra dos antecedentes.
Exemplos:
Quem não alimenta lá no fundo uma fantasia; fantasia que preencha o vazio da rotina; rotina que cansa...
Da ociosidade nasce...

FIGURAS DE LINGUAGEM. ANACOLUTO

uso anacoluto nas seguintes situações
Anacoluto significa inconsequente.
É uma das maneiras de estruturar uma frase. Consiste no desvio das formas habituais de estruturação frasal: o autor se afasta e continua, como se estivesse começando um novo período, deixando a frase incompleta ou sem concordância com o conjunto. O anacoluto é quase um aspecto emotivo. Ou seja: interrompe-se o...

DÊ UMA CHANCE PARA SEUS SONHOS. DA CIDADE GRANDE PARA A CASA NA PRAIA, COM UM GRAAAAAANDE TERRENO.

DÊ UMA CHANCE PARA SEUS SONHOS. DA CIDADE GRANDE PARA A CASA NA PRAIA, COM UM GRAAAAAANDE TERRENO.
Ser feliz é uma opção e você é livre para viver a vida. Escolha seu sonho. Vale a pena.

QUEM SOU EU

Minha foto

Da capital, já morei entre verde e bichos, na lida com animais e plantas: anos de injeção, espinho de ouriço, berne, parto de égua e curva de nível, viveiros, mudas, onde encontrei tempo para lecionar inglês, alfabetizar adultos e ler livros, na solidão do mato. 

Paixões se sucederam e convivem até hoje: Contabilidade, Economia, Arquitetura (IMES, MACK), a chácara e, afinal, o Direito (FDSBC, cursos e pós graduações). No Judiciário desde 2005, planto, replanto, reciclo, quebro paredes, reconstruo, estudo, escrevo e poetizo, ao som de passarinhos, que cantam nossa liberdade.

Não sou da cidade, tampouco do campo. Aprendiz, tento captar o que a vida oferece, para que o amanhã seja melhor. Um mundo melhor, sempre.

Agora em uma cidade mágica, em uma casa mágica, na qual as coisas se transformam e ganham vida; mais e mais vida. Minha cidade-praia-paraíso, Itanhaém.

Nesta casa de espaços amplos e um belo quintal, que jamais é a mesma do dia anterior, do minuto anterior (pois a natureza cuida do renovar a cada instante o viço, as cores, flores, aromas e sabores) retomei o gosto pelo verde, por releituras de espaços e coisas. Nela planto o que seja bom de comer ou de ver (ou deixo plantado o que Deus me trouxe), colho, podo, cozinho os frutos da terra, preparo conservas e invento pratos de combinações inusitadas, planejo, crio, invento, pinto e bordo... sonho. As ideias brotam como os rebentos e a vida mostra-se viva, pulsante.

Aqui, em paz, retomo o fazer miniaturas, componho terrários que encantam, mensagens de carinho representadas em pequenas e delicadas obras. 

Muito prazer! Fique à vontade, passeie um pouco: questões de Direito, português, crônicas ("causos"), jardinagem e artesanato. Uma receita, uma experiência nova, um redescobrir. 

Pergunte, comente, critique, ok? A casa é sua e seu comentário será sempre bem-vindo.

Maria da Gloria Perez Delgado Sanches

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

Arquivo do blog