VEM PRO GOOGLE

VOCÊ ENCONTROU O QUE QUERIA? PESQUISE. Nas guias está a matéria que interessa a você.

Carregando...

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.
GUIAS (OU ABAS): 'este blog', 'blogs interessantes', 'só direito', 'anotações', 'anotando e pesquisando', 'mais blogs'.

PARTICIPE TAMBÉM DESTE SITE!

MAIS DE 1.500.000 ACESSOS. Muito obrigada, de coração!

ESTE É UM DOS MELHORES E MAIORES BLOGS DE PORTUGUÊS

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

CONTRACHEQUE OU HOLERITE? OU AINDA OLERITE, HOLLERITH...

Em São Paulo recebemos o holerite; na maior parte do país, o contracheque.


          Holerite ou contracheque é o demonstrativo de pagamento de vencimentos ou salário, entregue ao empregado ou funcionário público. No documento são discriminados os créditos (salário ou vencimento, horas extras, gratificações e ajuda de custo), as deduções (previdência social, imposto de renda, faltas, planos de saúde e adiantamentos) e o...

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

“QUE SE CHAMA” OU “QUE CHAMA-SE”? O pronome relativo “que” sempre atrai o pronome “se”

Na linguagem informal, no Brasil, é predominante a próclise, ou seja, a colocação do pronome átono antes do verbo. É o caso de “se chama”, “se toma”, “se prende”, “se ama”.

Essa é nossa tendência natural, embora, para os gramáticos, próclise, ênclise e mesóclise seguem regras, que são obedecidas pelo padrão culto da norma.
Quando o verbo é precedido do pronome relativo que, a regra é – sem exceção – a próclise: “que se chama”, “que se toma”, “que se prende, “que se ama”; e não “que chama-se”, “que toma-se”, “que prende-se”, “que ama-se”: além de estranhas, estas...

domingo, 18 de setembro de 2016

"COMPARAR COM" OU "COMPARAR A"? DIFERENÇA, EXEMPLOS, CRASE, OBSERVAÇÕES

O verbo comparar admite ambas preposições: a e com., para introduzir o objeto indireto.

Comparo alguém a alguém, com o sentido de equiparar:
Nada se compara a viver em paz com a consciência.

Comparo alguém alguém ou com alguém, ou alguma coisa a ou com outra coisa, com o sentido de equivaler-se:
Se compararmos a idade do planeta Terra, avaliada em quatro e meio bilhões de anos (4,5 x10*9 anos), com a de uma pessoa de 45 anos, então, quando começaram a florescer os primeiros ...

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

"NÃO O CONHEÇO" OU "NÃO LHE CONHEÇO"? QUANDO USAR O PRONOME "LHE”. Exemplos e exercícios

Questão muito cobrada em provas de concursos e vestibulares, o uso do “lhe” causa dúvidas e embaraços.

QUESTÃO DE CONCURSO. Verbos transitivos diretos, indiretos, intransitivos e bitransitivosO "lhe" é usado para se referir a pessoas (masculino ou feminino) como objeto indireto, com verbos que exigem a preposição "a”, "em" ou “para”.

Os pronomes “o”, “a”, “os”, “as” são usados como objetos diretos; portanto, com verbos transitivos diretos.

Para “sentir” a diferença, analise o verbo entregar: eu entrego alguma coisa “a” alguém. Se assim é, digo “entreguei-lhe a credencial”, “entreguei-lhe o presente”.

São verbos transitivos indiretos dizer, simpatizar e antipatizar, entregar, consistir, obedecer,...

terça-feira, 6 de setembro de 2016

BUFFET, BUFÊ OU BIFÊ? SIGNIFICADO, DIFERENÇAS, CURIOSIDADES

Mais um estrangeirismo, adaptado ao português.

 Escreve-se bufê e a palavra, tem origem no francês buffet.

Bufê é o móvel - mesa ou aparador -, instalado em salas de jantar, restaurantes ou áreas de reuniões, em  que o tampo serve de apoio para que os presentes se sirvam das refeições. 

Também é chamado bufê o serviço contratado para oferecer, em festas e...

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

ALÉM X AQUÉM: SIGNIFICADO, DIFERENÇA, EXEMPLOS, EXERCÍCIOS

Além e aquém são advérbios com sentido antagônico, cobrados com frequência em concursos públicos e vestibulares. 

concursos públicos e vestibulares, hífen, média, referencial     ALÉM significa mais longe, afora ou para o lado de fora, mais afastado, superior em quantidade ou qualidade.
      Também pode ser usado para se acrescentar algo ao que já foi dito.
     AQUÉM significa mais perto, dentro ou para o lado de dentro, inferior em quantidade ou qualidade.
     Tanto um como o outro são usados com pontos referenciais.  
      
     Afinal, mais longe, para mim, pode ser mais perto, para você. Então, é...

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

TU OU VOCÊ: QUAL DAS DUAS FORMAS É A CORRETA? Diferenças, curiosidades, exemplos


É errado usar "você"? É "mais correto" usar "tu"?


É errado usar você? É mais correto usar tu


PESSOAS DO DISCURSO


     No português existem três pessoas do discurso (singular e plural):
EU/NÓS - aquele que fala 
TU/VÓS - com quem se fala 
ELE/ELES - de quem se fala



TU OU VOCÊ?

     TU é pronome utilizado para a 2ª pessoa, aquela com quem falamos
     Entretanto, é admissível, livremente, usar VOCÊ para tratar a 2ª pessoa (aquela com quem falamos).
EU/NÓS - aquele que fala TU/VÓS - com quem se fala ELE/ELES - de quem se fala     Ambas as formas estão igualmente corretas, observado que TU exige que a conjugação dos verbos e pronomes seja feita na...

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

"PREFIRO ISTO A AQUILO", NÃO "ISTO DO QUE AQUILO". DIFERENÇA, EXEMPLOS, EXERCÍCIOS.

     "Prefiro bicho do que gente": qual o problema desta frase?

     Prefere-se uma coisa a outra, não do que outra. 
     O correto seria "Prefiro bicho a gente".
     Preferir é antepor, escolher, apreciar mais, alguma coisa ou alguém, em detrimento de outra coisa ou pessoa: prefere-se isto àquilo.
     Se ao invés do verbo preferir tivesse sido utilizado o verbo gostar, a construção seria "Gosto mais de bicho do que de gente".
     A confusão é bastante comum. Uma rápida pesquisa na...

terça-feira, 9 de agosto de 2016

ACORDO AMIGÁVEL: CUIDADO COM A TAUTOLOGIA!

Há vícios de linguagem tão corriqueiros que nem percebemos a redundância. 

     No meio forense é comum o uso da expressão "acordo amigável",  pleonasmo que deve ser evitado.
     Um acordo não pode ser imposto, coercitivo, pois é de sua natureza ser a expressão da vontade dos participantes. 
     Tanto acordo como amigável trazem a ideia de harmonia, conciliação, de maneira...

"AMBOS" SÃO DOIS. SE TRÊS, É COMO DIZER "TRIO DE DOIS" OU "PAR DE TRÊS". Curiosidades, como escrever, exemplos.

Ambos é pronome indefinido usado para indicar, sempre, dois elementos: eu e você, você e ele, ele e ela, isto e aquilo, mas jamais para referenciar mais de dois elementos.

Assim é que, se usado "ambos" para indicar três pessoas ou coisas, é o mesmo que dizer "o trio de dois" ou a "dupla de três".

DEPOIS DE AMBOS HÁ OU NÃO ARTIGO?
Depende. 
Se o substantivo a que se refere estiver expresso na oração, o substantivo é...

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

DESLIZAR OU DESLISAR? SIGNIFICADO, DIFERENÇAS, EXEMPLOS E CURIOSIDADES

Os dois termos constam do VOLP (Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa). 
Portanto, ambos existem. 

DESLISAR, com "S", significa tornar liso, desgastar, aplanar, amaciar, abrandar. 
DESLIZAR, com "Z", é escorregar suavemente, desviar-se. Portanto, "deslizar suavemente" caracteriza pleonasmo, como "subir para cima". 

CURIOSIDADE:
DESLISAR não é mencionado no dicionário PRIBERAM. Será que o verbo - pouco utilizado no Brasil - caiu em...

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

TERATOLÓGICO E TERATOGÊNICO Significado, diferença, curiosidades e exemplos.

     Teratológico é a qualidade ligada ao estudo das malformações dos embriões ou fetos. O adjetivo, para a ciência do Direito, transcendeu o sentido original (médico ou das ciências naturais) para designar também tudo o que seja absurdo, impossível, deformado, contrário à lógica, ao bom senso e às relações interpessoais; em outras palavras, uma monstruosidade jurídica, uma aberração. 
     É possível uma decisão teratológica, a interpretação teratológica da lei, um ato jurídico teratológico.
     Teratogênico, adjetivo daquilo que produz malformações em embriões ou fetos, guarda o sentido original.
     Assim, ambos os adjetivos estão ligados às anomalias e malformações fetais, mas...

segunda-feira, 4 de julho de 2016

RECORRENTE NÃO É SINÔNIMO DO QUE NORMALMENTE OCORRE, DO QUE ACONTECE COM CONSTÂNCIA OU REGULARIDADE

Cuidado! Recorrente tem sido mal usado, o que é um perigo para quem escreve textos, uma monografia, vai prestar concurso público ou vestibular.
Você sabe o que é recorrente?
Existe em Direito a denominação recorrente para aquele que recorre, interpõe recurso contra uma decisão judicial. Não é desse "recorrente" que falo.
Recorrente é aquilo que recorre, que volta a aparecer, a acontecer, a ser feito. Ou seja, aparece e desaparece, surge e...

quarta-feira, 29 de junho de 2016

ANEXO, ANEXOS, EM ANEXO: SINGULAR OU PLURAL. Como usar. exemplos, exercício.

Este é um caso de concordância nominal. Analise a seguinte frase:

Seguem anexo ao processo os documentos comprobatórios da fraude.
Quem segue "anexo"?
Os documentos. Se são "os" documentos, o termo anexo deveria estar flexionado no plural: "Seguem anexos ao processo os documentos comprobatórios da fraude".
Outra vez:
Seguem anexo ao processo as cartas...

HAJA OU AJA? HAJA VISTA OU HAJA VISTO? QUAL FORMA ESTÁ CORRETA? DIFERENÇA, SIGNIFICADO, EXEMPLOS

"Haja vista" ou "aja vista"? "Haja paciência" ou "aja paciência"?

     Ambas estão corretas. 
     Haja é flexão do verbo haver, conjugado na 3ª pessoa do singular do imperativo, 1ª ou 3ª pessoa do singular do subjuntivo.
     Aja é flexão do verbo agir, conjugado na 3ª pessoa do singular do imperativo; 1ª ou 3ª pessoa do singular do subjuntivo.

Se tiver dúvida, siga a dica da substituição
     Aja é usado no sentido de atuar, se comportar, proceder; haja, como...

sexta-feira, 24 de junho de 2016

PÉ DE MOLEQUE OU PÉ-DE-MOLEQUE: COMO FICOU O HÍFEN?

REGRA:
Usa-se hífen nas palavras compostas que não apresentem elementos de ligação: guarda-chuva, arco-íris, segunda-feira, porta-bandeira, tico-tico, tique-taque, pingue-pongue.
EXCEÇÕES:
Quando a palavra perdeu a noção de composição o hífen não é usado, como é o caso de madressilva, aguardente, girassol, paraquedista, pontapé.

REGRA:
Se há elemento de ligação na expressão, não se usa hífen: camisa de...

QUAL A DIFERENÇA ENTRE PRÓTESE E ÓRTESE? Significado, semelhanças e diferenças, exemplos

     O que interessa saber a diferença entre prótese e órtese? 
     Bom, outro dia trabalhamos em uma ação em que o autor se perdeu nas definições e, ao final, pedia e não pedia. Quer dizer, seu pedido nem era certo nem determinado. Apesar de assistido por advogado, não soube o profissional esclarecer qual o bem da vida perseguido, simplesmente que houve uma negativa. Daí o interesse. 
     Como é um termo técnico, somente os compêndios de medicina ou odontologia poderiam esclarecer a diferença. 
     Tentei simplificar o mais possível os conceitos, agrupando as repetições .....

segunda-feira, 20 de junho de 2016

O QUE É SOLSTÍCIO DE INVERNO E DE VERÃO? E EQUINÓCIO? Definição, diferença, exemplos.

     Às 22h34min de hoje teremos o solstício de inverno, no Hemisfério Sul, que marca o dia mais curto do ano (e a noite mais longa).
     Se aqui, abaixo do Equador, o dia será mais curto, no Hemisfério Norte a situação é inversa: o dia será mais longo e a noite, mais curta. Então dizemos que estará ocorrendo, no Hemisfério Sul, o solstício de inverno e, lá no Hemisfério Norte, o solstício de verão.
O que é solstício?
     O solstício ocorre duas vezes por ano (na entrada do verão e no início do inverno) e marcam a maior declinação da Terra em relação ao Sol, medida a partir da linha do Equador. É o momento em que o Sol estará no ângulo mais afastado do Equador.
     Na linha do...

segunda-feira, 13 de junho de 2016

BENÇÃO OU BÊNÇÃO: qual a sílaba tônica: BEN ou ÇÃO? Significado, sinônimos, exemplos

maria da gloria perez delgado sanches
A sílaba tônica de bênção é -ben; portanto, o "e" é acentuado.
É o ato de se abençoar ou, ainda, o próprio benefício, graça ou favor especial com o qual alguém ou algo é agraciado. São as coisas boas com quem alguém é agraciado. 
No primeiro caso (o ato), bênção é o gesto, expressão ou o sinal da cruz, é o abençoar, o ministrar a bênção; no segundo, a coisa pedida ou recebida.
Plural de bênção é bênçãos (não existe bênções) e sinônimos de bênção são bendição, graça, mercê, indulgência, favor,...

quarta-feira, 8 de junho de 2016

INTERPÉRIES OU INTEMPÉRIES? Diferença, significado, exemplos

Intempéries é o plural do substantivo feminino intempérie. 

Interpérie não existe. É termo não registrado nem pela Academia Brasileira de Letras (ABL) nem pelos dicionaristas.
Intempérie é o mau tempo, a perturbação violenta...

segunda-feira, 30 de maio de 2016

DEMAIS OU DE MAIS: ESCREVE-SE JUNTO OU SEPARADO? OBS.: ADEMAIS.

A orientação dos dicionaristas indica uso diferente para a escrita de "de mais", separado, e "demais", junto, a despeito de serem palavras de mesmo étimo (origem)*. 
A questão fica por conta de quando escrevemos sintética (demais) ou analiticamente (de mais).
O fato é que, além dos poucos casos aqui enunciados (intensidade, outros, além disso, quantidade, preposição e advérbio, preposição e pronome) não há concordância entre... 

segunda-feira, 23 de maio de 2016

COR-DE-ROSA OU COR DE ROSA? MUDOU COM O ACORDO ORTOGRÁFICO?

Cor-de-rosa ou cor de rosa: como ficou o hífen após o acordo ortográfico?
Não se usa hífen em compostos que apresentem elementos de ligação. Exemplos são pé de moleque, pé de vento, dia a dia. 
Mas há exceções, como é o caso de cor-de-rosa, mais-que-perfeito e à queima-roupa.
Vale a observação: o vocabulário ortográfico da Academia Brasileira de Letras registra...

segunda-feira, 16 de maio de 2016

VIAGEM OU VIAJEM: QUAL A FORMA CORRETA? QUANDO USAR? SIGNIFICADO, DIFERENÇA, EXEMPLOS


As duas formas estão corretas. Escrever com ou jota depende do contexto. 
A diferença é que viagem (escrita com ) é substantivosinônimo de jornada. Viajem, com jota é, uma das conjugações do verbo viajar.
DICA:
Para facilitar, você pode substituir, na frase, viagem/viajem por excursão. Se a palavra encaixar bem,com sentido, escreve-se com gê. É substantivo.
Vamos aos exemplos?
Marina chegou de viagem/viajem mais cedo. Substantivo = G: viagem 
Boa viagem/viajemSubstantivo = G: viagem 
No  último mês de abril, Juliana fez uma...

terça-feira, 10 de maio de 2016

QUAL A DIFERENÇA ENTRE TANGERINA, MEXERICA (MEXIRICA OU MIXIRICA?), PONCÃ (PONKAN? PONCAN?) E BERGAMOTA?

A resposta é depende. Para cultivar fruteiras é preciso conhecer a denominação técnica ou se corre o risco de colher o que não se quis plantar.
No dicionário Priberam, que não é um manual de botânica, figura tangerina como sinônimo de mexerica, o que a rigor seria incorreto. 
No dia a dia, entretanto, não há certo ou errado: o que vale é a nomenclatura popular. Na feira, no...

quarta-feira, 4 de maio de 2016

APRENDER OU APREENDER: SIGNIFICADO, DIFERENÇA, EXEMPLOS

Qual é o correto: aprender ou apreender?
Ambos os vocábulos estão corretos, mas seus significados são diferentes.
Aprender, com um "e" (do latim apprendere), é adquirir conhecimento, entender, saber. Também com um "e" se escreve aprender, aprendido, aprendo, aprendeu.
Apreender, com dois "ee" (do latim apprehendere) significa capturar, prender, aprisionar, confiscar, tomar posse, pegar alguma coisa. Com dois "ee" se escreve apreensão, apreender, apreendido, apreendo, apreendeu.
Vamos aos exemplos?

"Saiba onde param as...

segunda-feira, 2 de maio de 2016

DEFENESTRAR: SIGNIFICADO E EXEMPLOS

Fenestra é janela, fresta. Defenestrar vem do francês défenestrer e significa lançar algo ou alguém (também a si mesmo) pela janela ou livrar-se de alguém, alijar, marginalizar.
Vamos aos exemplos?
Ainda bem que a Argentina acordou e defenestrou o kirchnerismo e, oxalá, os ventos dos pampas cheguem até o Brasil. (João Martinelli, em Um estadista para o Brasil, no site A Notícia)
Um fato inusitado está ocorrendo na cidade de Taquarana: o ex-...

quinta-feira, 28 de abril de 2016

PERFUNCTÓRIO: SIGNIFICADO E EXEMPLOS

Perfunctório é a qualidade daquilo que dura pouco, é pouco importante ou superficial, precário ou não essencial, sem um fim útil. É o que tem pouca utilidade ou faz parte da rotina, em cumprimento das obrigações do dia a dia.
O Priberam elenca três significados para o adjetivo, acompanhados de...

quarta-feira, 20 de abril de 2016

O VERBO ELENCAR EXISTE? Sobre neologismos e o VOLP

Há muitos anos usei o verbo elencar, que foi riscado pelo professor, porque não existia.
Apesar de oficialmente introduzido em nosso vocabulário - pois consta do VOLP (Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa) desde 2009 e também dos dicionários -, muitos manuais de redação não o recomendavam.
Mais tempo passou e hoje é utilizado no meio jurídico, jornalístico ou...

terça-feira, 19 de abril de 2016

"SENÃO" E "SE NÃO": QUANDO USAR? DIFERENÇA, CURIOSIDADES, EXEMPLO

Qual a diferença entre “senão” e “se não”?
Regra geral: para indicar oposição use “senão”; se apontar uma hipótese, recomenda-se usar “se não”.
Mas a coisa não é tão simples. Tudo depende do contexto, do papel que o termo ou expressão exerce na frase.

SENÃO
1. Usa-se quando puder ser...

domingo, 10 de abril de 2016

PÔR DO SOL, POR DO SOL, POR-DO-SOL OU PÔR-DO-SOL: GRAFIA, CURIOSIDADES

Como se escreve: pôr do sol, por do sol, por-do-sol ou pôr-do-sol?
A grafia, no Brasil, é pôr do sol; em Portugal, pôr-do-sol.
Pôr do sol é o momento do dia em que o sol se põe no horizonte, o crepúsculo, ocaso, poente.
Plural de...

sexta-feira, 8 de abril de 2016

DEDETIZAR OU DETETIZAR: COMO SE ESCREVE, EXEMPLOS, CURIOSIDADES E ORIGEM DA PALAVRA

O correto é dedetizar (e dedetização, dedetizadora, dedetizei, dedetizado) e não detetizar.
Por quê?
     Com origem na substância Dicloro Difenil Tricloretano (diclorodifeniltricloroetano), conhecida pela sigla DDT ou D.D.T., surgiram os neologismos dedetização, dedetizar, dedetizador, dedetizado, dedetizável, incorporadas ao nosso léxico conforme o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa, elaborado pela Academia Brasileira de Letras.
     Originalmente, dedetizar significava...

segunda-feira, 4 de abril de 2016

APÓCRIFO: SIGNIFICADO, EXEMPLOS

petição apócrifa, documento apócrifo, perícia apócrifa, bíblia apócrifaApócrifo é adjetivo que significa oculto, falso, suposto, não autêntico.
Texto apócrifo é o texto falso ou não escrito por aquele a quem se atribui a autoria. 
Quanto a obras religiosas, o termo apócrifo adjetiva os livros não reconhecidos pela autoridade canônica judaica ou cristã. Cânon ou cânone significa regra, preceito ou lista de livros. 
Livros apócrifos são aqueles que não fazem parte do cânon da religião que...

segunda-feira, 28 de março de 2016

FICAR CHEIO DE DEDOS: SIGNIFICADO, EXEMPLOS


significado da expressão
"Atrapalhado", "embaraçado", "encabulado", "cuidadoso" ou "indeciso" são e não são sinônimos da expressão. Isso porque abrangem mais do que "cheio de dedos", de menor alcance, significa. 
"Ficar cheio de dedos" traduz nosso estado de espírito quando nos sentimos ameaçados: os dedos "se multiplicam", como se...

MELINDRE, MELINDROSO OU MELINDROSA. SIGNIFICADO, EXEMPLOS

Melindre é substantivo que significa suscetibilidade; facilidade para se sentir ofendido, constrangido. É o escrúpulo, não no sentido positivo, mas como excesso. 
O Priberam também registra os significados: a extrema delicadeza no trato ou no porte; um bolo adoçado com mel e a planta (ou flor) papagaio.
Melindroso é aquele que se ofende com facilidade.Também o perigoso, arriscado, débil.
Ou seja, melindrosa é a pessoa cheia de melindres, que reage na posição defensiva por qualquer coisa, entendendo como indiretas e recados palavras que não tinham esse sentido.
Melindrosa, no feminino, é, também o termo aplicado ao vestuário e comportamento das moças dos anos 20, no aportuguesamento do termo inglês flappers. Quem não conhece a...

PRESTAR INFORMAÇÕES "A ELE", TOMAR INFORMAÇÕES "DELE"

Quanto presto informações, presto tais informações "a alguém"; quando tomo informações, tomo tais informações "de alguém".
Fácil, lógico, quando se...

sexta-feira, 25 de março de 2016

"ÓCULOS" ESTÁ NO PLURAL. PORTANTO... SIGNIFICADO, EXEMPLOS

Existe óculo e óculos.
Óculo está no singular; óculos, no plural.
São substantivos que podem ser assim definidos, segundo o Priberam:
ó·cu·lo 
(latim oculus-iolhovista)
substantivo masculino
1. Instrumento composto de lente para auxílio da vista.
2. Janela ovalada.
3. Abertura circular ou ovalada (em parede).
4. [Marinha Abertura (na portinholapor onde sai a boca do...

COMEZINHO E COMEZINHA: SIGNIFICADO E EXEMPLOS

Comezinho (e comezinha, comezinhos, comezinhas) é adjetivo. Formado do termo comer + zinho, é aquilo que é bom para se comer. No dia a dia, é mais fácil encontrar a palavra usada no sentido figurado, qualificando aquilo que é fácil de entender, simples, caseiro, trivial, familiar. 
Com exemplos pode ficar mais fácil:

Do clássico ao comezinho : intertextualidade e ironia em Papéis avulsos, de Machado de Assis. Título do trabalho apresentado por Cláudia de Fátima Montesini, disponível no acervo digital da Unesp 

Aliás, em toda sua obra, Machado faz emergir a natureza humana, o caráter de...

TESSITURA: SIGNIFICADO, EXEMPLOS

tear manual
Tessitura é a disposição das notas musicais para se acomodarem a certa voz ou instrumento; é o conjunto de notas necessário à utilização de determinado instrumento musical. 
Mas se você não é do mundo da música, encontrará a palavra tessitura no sentido figurado, com o significado de contextura, organização
Vamos aos exemplos?
Do tear à tela: uma tessitura de linguagens e...

POR DERRADEIRO: SIGNIFICADO, EXEMPLOS

Derradeiro significa último, o término de uma série. 
"Por derradeiro" quer dizer por último, finalmente.
Ao utilizar a expressão, declarará que está encerrando uma série de coisas que expôs. Então, que seja, de fato, a última coisa que você tem a dizer.
Seria muito chato (e deselegante) enganar o leitor.
Vamos aos exemplos?
“Por derradeiro amigos de minha alma, por derradeiro, a última, a melhor lição da minha experiência. De quanto no mundo tenho visto, o resumo se abrange nestas sete palavras: Não há justiça onde não haja Deus.” (Rui Barbosa. Oração aos moços, discurso aos...

segunda-feira, 21 de março de 2016

É ERRADO DIZER "EM PAPOS DE ARANHA"? ERRADO ESTÁ QUASE TODO MUNDO: CUSTA PESQUISAR UM POUQUINHO?

A maioria dos sites e blogs que você encontrar passarão informações erradas a respeito. Efeito "copia e cola".
A expressão original era "em palpos de aranha" e daí os puristas apontarem ser incorreto o uso de "em papos de aranha", incorporada pelo uso popular. Hoje as duas expressões são aceitas. 
No que todo mundo erra?
Se um biólogo discorresse sobre verbos e substantivos e misturasse tudo, os professores de...

segunda-feira, 14 de março de 2016

AGUARDENTE = ÁGUA + ARDENTE

composição de palavras por aglutinação
Aguardente é uma palavra formada pela composição por aglutinação de duas palavras simples (que possuem um único radical): água + ardente.
Curioso é que antigamente escrevia-se, literalmente, água ardente:
"Que sejam admissiveis nas Alfandegas do Brazil todos e quaesquer generos, fazendas e mercadorias transportados, ou em navios estrangeiros das Potencias, que se conservam em paz e harmonia com a minha Real Corôa, ou em navios dos meus vassallos, pagando por entrada vinte e quatro por...

quinta-feira, 3 de março de 2016

DEFESO: SIGNIFICADO, CURIOSIDADES, EXEMPLOS. Defeso em lei; defeso entrar; defeso errar.

DEFESO: SIGNIFICADO, CURIOSIDADES, EXEMPLOS. Defeso em lei; defeso entrar; defeso errar. gramaticaequestoesvernaculas.blogspot.com Defeso é adjetivo que significa proibido. Palavrinha batida no meio jurídico, é utilizada inapropriadamente por advogados que faltaram às aulas ou por aqueles que tentam interpretar leis sem apreender o significado do...
Defeso é adjetivo que significa proibido.
Palavrinha batida no meio jurídico, é utilizada inapropriadamente por advogados que faltaram às aulas ou por aqueles que tentam interpretar leis sem apreender o significado do escrito nem recorrer aos dicionários.
Em sentido geral defeso significa proibido e é encontrado fartamente nos textos legislativos. Sem procurar muito e por comodidade, elenquei a... (clique em "mais informações" para ler mais)

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

GERUNDISMO: PORQUE É TÃO RUIM. EXEMPLOS, DIFERENÇAS, CURIOSIDADES

"Vou estar completando sua ligação, senhor"; "Vou estar analisando"; "O senhor pode estar verificando o seu código, por favor?". A construção foi importada dos Estados Unidos, com os textos dos operadores de telemarketing, traduzidos literalmente, sem mudança nos tempos verbais.  Pareceria mais chic, mas
"Vou estar completando sua ligação, senhor"; "Vou estar analisando"; "O senhor pode estar verificando o seu código, por favor?".
A construção foi importada dos Estados Unidos, com os textos dos operadores de telemarketing, traduzidos literalmente, sem mudança nos tempos verbais. 
Pareceria mais chic, mas não é. É cansativa, inadequada. 
Ocorre que nos Estados Unidos o gerúndio é mais utilizado do que no português. No Brasil, ao invés de "vou estar analisando", "pode estar verificando", "vou estar completando", usamos "vou analisar", "pode verificar" e...(clique em "mais informações" para ler mais)

domingo, 21 de fevereiro de 2016

DEFERIDO OU DIFERIDO/DIFERIU OU DEFERIU: SIGNIFICADO, DIFERENÇAS, EXEMPLOS

A mudança de uma vogal pode alterar todo o sentido de uma frase.
Deferir é despachar favoravelmente, conceder o que foi pedido; diferir é adiar, procrastinar, retardar, fazer durar ou demorar. Ou, ainda, ser diferente, divergir.
Assim, deferido é o pedido atendido e diferido é o que foi adiado ou o que é diferente.
Exemplos: 
"E em razão disso, defiro a antecipação de tutela, para obstar publicidade a quaisquer anotações negativas ao nome da Autora (Fulana, RG nº(clique em "mais informações" para ler mais)

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

PORQUANTO OU POR QUANTO: DIFERENÇA, SIGNIFICADO, EXEMPLOS

Porquanto (tudo junto) é conjunção coordenativa; por quanto (separado) é locução adverbial, composta pela preposição "por" e pelo pronome "quanto".  Estabelecida a diferença, como saber quando usar uma ou outra? É fácil: use a velha técnica da substituição. Basta saber que porquanto significa pois, porque, visto que, por isso que, uma vez que; por quanto está associada à ideia de quantidade (quanto).  Se porque ou pois fizer sentido, o correto é...
Porquanto (tudo junto) é conjunção coordenativa; por quanto (separado) é locução adverbial, composta pela preposição "por" e pelo pronome "quanto". 
Estabelecida a diferença, como saber quando usar uma ou outra?
É fácil: use a velha técnica da substituição. Basta saber que porquanto significa pois, porque, visto que, por isso que, uma vez que; por quanto está associada à ideia de quantidade (quanto).  Se porque ou pois fizer sentido, o correto é...(clique em "mais informações" para ler mais)

PERDA OU PERCA: DIFERENÇA, SIGNIFICADO, EXEMPLOS

Parece que tanto faz, mas não é verdade. A confusão se dá porque perca e perda são palavras com grafia e pronúncia semelhantes, ou seja, são parônimas. Como são...
Parece que tanto faz, mas não é verdade. A confusão se dá porque perca e perda são palavras com grafia e pronúncia semelhantes, ou seja, são parônimas. Como são palavras diferentes, requerem uso, também, diferente.
O correto é:
"O carro deu perca total" ou "O carro de perda total"?
"Giovana reclamou a perca dos sonhos" ou "Giovana reclamou a perda dos sonhos"?
"Perca as esperanças, Juvenal" ou "Perda as esperanças, Juvenal"?
Perda é substantivo, perca, verbo (terceira pessoa do singular do presente do subjuntivo ou terceira pessoa do singular do imperativo).

Você diria "Não perda tempo" ou "Não perca tempo"? Diria que...
(clique em "mais informações" para ler mais)

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

PANACEIA: SIGNIFICADO, EXEMPLOS


Panaceia é o remédio que cura todos os males, físicos e morais; em sentido figurado, aquilo que serve para resolver qualquer problema.
A palavra me vem à cabeça cada vez que consulto certas ervas ou frutos, na internet, ditos milagrosos: curam desde dores de cabeça até câncer; de aftas e espinhas a problemas renais. 
Se certas plantas pretensamente resolveriam qualquer problema, existe uma plantinha que recebeu o nome panaceia, entre outros conhecidos, como... (clique em "mais informações" para ler mais)

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

"HÁ POUCO" OU "A POUCO": DIFERENÇA, SIGNIFICADO, EXEMPLOS

As duas expressões estão corretas, embora "há pouco" seja usada para indicar o que aconteceu (passado) e "a pouco" para o que não ocorreu (tempo futuro).
"Há pouco" é sinônimo de "pouco tempo atrás", "há instantes", "agora mesmo". O verbo haver, na expressão "há pouco", atua como impessoal (pode ser substituído pelo verbo ter ou fazer) e deve ser conjugado na 3ª pessoa do singular. 
"A pouco" pode ser...  (clique em "mais informações" para ler mais)

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

REIVINDICAR OU REINVIDICAR? DIFERENÇA, SIGNIFICADO, EXEMPLOS

Não existe reINvidicar e não há explicação para esse "N". 
O correto é reivindicar, reivindicado, reivindicante, reivindicação (palavras cognatas).
Reivindicar (do latim, rei vindicatio) significa reclamar, solicitar, exigir um direito ou que seja reparada uma injustiça ou, ainda, recuperar, reaver, obter.
A confusão se deve pela semelhança com os termos "reINvenção", "reINtegração" etc. 
Mas observe que nestes o sufixo "re" significa "de novo", "novamente": 
reinvenção = inventar novamente;
reintegrar = integrar mais uma vez.
Você conhece o verbo  "invindicar"?
É uma palavra muito usada, pois hoje  todos... (clique em "mais informações" para ler mais)

ITANHAÉM, MEU PARAÍSO

ITANHAÉM, MEU PARAÍSO
Praia, sol, mar... plantas, flores, frutos, floresta, morros, cachoeiras, rios... a natureza em todas as suas potencialidades. O belo, próximo. Itanhaém, meu paraíso.

QUEM SOU EU

Minha foto

Da capital, já morei entre verde e bichos, na lida com animais e plantas: anos de injeção, espinho de ouriço, berne, parto de égua e curva de nível, viveiros, mudas, onde encontrei tempo para lecionar inglês, alfabetizar adultos e ler livros, na solidão do mato. 

Paixões se sucederam e convivem até hoje: Contabilidade, Economia, Arquitetura (IMES, MACK), a chácara e, afinal, o Direito (FDSBC, cursos e pós graduações). No Judiciário desde 2005, planto, replanto, reciclo, quebro paredes, reconstruo, estudo, escrevo e poetizo, ao som de passarinhos, que cantam nossa liberdade.

Não sou da cidade, tampouco do campo. Aprendiz, tento captar o que a vida oferece, para que o amanhã seja melhor. Um mundo melhor, sempre.

Agora em uma cidade mágica, em uma casa mágica, na qual as coisas se transformam e ganham vida; mais e mais vida. Minha cidade-praia-paraíso, Itanhaém.

Nesta casa de espaços amplos e um belo quintal, que jamais é a mesma do dia anterior, do minuto anterior (pois a natureza cuida do renovar a cada instante o viço, as cores, flores, aromas e sabores) retomei o gosto pelo verde, por releituras de espaços e coisas. Nela planto o que seja bom de comer ou de ver (ou deixo plantado o que Deus me trouxe), colho, podo, cozinho os frutos da terra, preparo conservas e invento pratos de combinações inusitadas, planejo, crio, invento, pinto e bordo... sonho. As ideias brotam como os rebentos e a vida mostra-se viva, pulsante.

Aqui, em paz, retomo o fazer miniaturas, componho terrários que encantam, mensagens de carinho representadas em pequenas e delicadas obras. 

Muito prazer! Fique à vontade, passeie um pouco: questões de Direito, português, crônicas ("causos"), jardinagem e artesanato. Uma receita, uma experiência nova, um redescobrir. 

Pergunte, comente, critique, ok? A casa é sua e seu comentário será sempre bem-vindo.

Maria da Gloria Perez Delgado Sanches

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

Arquivo do blog