VEM PRO GOOGLE

VOCÊ ENCONTROU O QUE QUERIA? PESQUISE. Nas guias está a matéria que interessa a você.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.
GUIAS (OU ABAS): 'este blog', 'blogs interessantes', 'só direito', 'anotações', 'anotando e pesquisando', 'mais blogs'.

PARTICIPE TAMBÉM DESTE SITE!

MAIS DE 2.000.000 ACESSOS. Muito obrigada, de coração!

ESTE É UM DOS MELHORES E MAIORES BLOGS DE PORTUGUÊS

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

ELE ENGASGOU COM O ESPINHO DO PEIXE. PEIXE TEM ESPINHO?

Espinha ou espinho de peixe. EngasgarO que é um espinho? Espinho é a ponta saliente do corpo de certas plantas, aguda e picante. Uma farpa de madeira também é chamada espinho, assim como o invólucro que recobre determinados animais. Exemplos são o ouriço-do-mar e...

O que é um espinho?

Espinho é a ponta saliente do corpo de certas plantas, aguda e picante. 
Uma farpa de madeira também é chamada espinho, assim como o invólucro que recobre determinados animais. 
Exemplos são o ouriço-do-mar e o ouriço cacheiro. 
Daí que um porco pode ter espinhos e então é chamado porco-espinho. 
A cerca feita com material espinhoso é uma cerca de espinhos.
No sentido figurado, espinho é o que causa dor, sofrimento, aflição, a dificuldade, o obstáculo.

Estrutura óssea ou esqueleto de cartilagem E espinha, o que é?
Normalmente chamamos espinha a "estrutura óssea" dos peixes, semelhante à nossa espinha dorsal; "espinhos" seriam as formações pontudas desligadas dessa estrutura. Então poderíamos engasgar tanto com espinhas como com espinhos. 
Na verdade, não podemos, não.

SEJA LEAL. NÃO COPIE, COMPARTILHE.

Espinha é toda a parte óssea de grande parte das espécies de peixes, a sua estrutura interna, seu esqueleto. São ossos (ossos, sim) finos e pontiagudos, compostos de carbonato de cálcio. Aqui lembro que, se existem peixes ósseos, existem também peixes que possuem esqueletos feitos por cartilagem, como os tubarões. 
Se os peixes não possuem espinhos em seu interior, mas espinhas, é difícil alguém engasgar com espinho de peixe. Concorda com isso?
Por que "difícil"?
Porque peixes como o baiacu, por exemplo, são revestidos por espinhos. 
Daí, quem sabe, se um espinho (externo) estiver por acaso em seu prato, é possível, sim, que engasgue com ele. 
Então terá engasgado com um espinho de peixe. 
Mas só nesse caso, ok?

Roseira tem espinhos. Ou acúleos.

Quem ama a rosa, suporta os espinhos

Para o poeta, a rosa tem espinhos, tanto quanto a laranjeira e o cacto. 
Basta que a estrutura seja pontuda e possa picar para que seja espinho, porque "espinhosa", porque pode machucar, espetar.
Para dicionaristas, o vulgo e o professor de português, a frase está perfeita; para o professor de biologia, porém, há um erro crasso.
Isso porque roseiras não teriam espinhos, mas acúleos; limoeiros, sim, teriam espinhos.
Não custa saber a diferença, ainda que continuemos registrando, nos mais variados textos, que “as rosas (ou roseiras) têm espinhos”.

GOSTOU? COMPARTILHE

O que são espinhos?

Os espinhos são ramos ou folhas modificados, daí existirem dois tipos de espinhos: caulinares (modificação dos ramos), como o espinho dos limoeiros, e foliares (modificação das folhas), como os espinhos dos cactos.
Os espinhos dos cactos são secos, resistentes e não realizam fotossíntese.

O que são acúleos?

Diferença entre espinho e acúleo. Folha modificada
Os acúleos são meras projeções do córtex e da epiderme das plantas, como é o caso dos "espinhos" das rosas. São formados, portanto, a partir da pele de certos vegetais. 

Porque formados a partir da pele, não apresentam feixes vasculares, como os espinhos; por isso é fácil destacá-los das plantas.



DEIXE SEU COMENTÁRIO. SEMPRE É POSSÍVEL MELHORAR

 

Escreva, comente. Se para elogiar, obrigada. Mas posso ter pecado e truncado o texto, cometido algum erro ou deslize (não seria a primeira vez). Comentando ajudará a mim e àqueles que lerão o texto depois de você. Culpa minha, eu sei. Por isso me redimo, agradeço e tentarei ser melhor, da próxima vez. 


 Obrigada pela visita!

QUER RECEBER DICAS? SIGA O BLOG. 

SEJA LEAL. NÃO COPIE, COMPARTILHE.
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Respeite o direito autoral.
Gostou? Clique, visite os blogs, comente. É só acessar:

CHAPÉU DE PRAIA

MEU QUADRADO

"CAUSOS": COLEGAS, AMIGOS, PROFESSORES

GRAMÁTICA E QUESTÕES VERNÁCULAS
PRODUÇÃO JURÍDICA
JUIZADO ESPECIAL CÍVEL (O JUIZADO DE PEQUENAS CAUSAS)

e os mais, na coluna ao lado. Esteja à vontade para perguntar, comentar ou criticar.
Um abraço!
Thanks for the comment. Feel free to comment, ask questions or criticize. A great day and a great week! 

Maria da Gloria Perez Delgado Sanches

Um comentário:

  1. Seu blog é incrível! Muitas questões que caem em concursos e vestibulares, explicadas de maneira fácil, inteligente e inteligível. Parabéns, Maria!
    Marlene de Jesus

    ResponderExcluir

Esteja a vontade para comentar, criticar, elogiar ou enviar sugestões.

DÊ UMA CHANCE PARA SEUS SONHOS. DA CIDADE GRANDE PARA A CASA NA PRAIA, COM UM GRAAAAAANDE TERRENO.

DÊ UMA CHANCE PARA SEUS SONHOS. DA CIDADE GRANDE PARA A CASA NA PRAIA, COM UM GRAAAAAANDE TERRENO.
Ser feliz é uma opção e você é livre para viver a vida. Escolha seu sonho. Vale a pena.

QUEM SOU EU

Minha foto

Da capital, já morei entre verde e bichos, na lida com animais e plantas: anos de injeção, espinho de ouriço, berne, parto de égua e curva de nível, viveiros, mudas, onde encontrei tempo para lecionar inglês, alfabetizar adultos e ler livros, na solidão do mato. 

Paixões se sucederam e convivem até hoje: Contabilidade, Economia, Arquitetura (IMES, MACK), a chácara e, afinal, o Direito (FDSBC, cursos e pós graduações). No Judiciário desde 2005, planto, replanto, reciclo, quebro paredes, reconstruo, estudo, escrevo e poetizo, ao som de passarinhos, que cantam nossa liberdade.

Não sou da cidade, tampouco do campo. Aprendiz, tento captar o que a vida oferece, para que o amanhã seja melhor. Um mundo melhor, sempre.

Agora em uma cidade mágica, em uma casa mágica, na qual as coisas se transformam e ganham vida; mais e mais vida. Minha cidade-praia-paraíso, Itanhaém.

Nesta casa de espaços amplos e um belo quintal, que jamais é a mesma do dia anterior, do minuto anterior (pois a natureza cuida do renovar a cada instante o viço, as cores, flores, aromas e sabores) retomei o gosto pelo verde, por releituras de espaços e coisas. Nela planto o que seja bom de comer ou de ver (ou deixo plantado o que Deus me trouxe), colho, podo, cozinho os frutos da terra, preparo conservas e invento pratos de combinações inusitadas, planejo, crio, invento, pinto e bordo... sonho. As ideias brotam como os rebentos e a vida mostra-se viva, pulsante.

Aqui, em paz, retomo o fazer miniaturas, componho terrários que encantam, mensagens de carinho representadas em pequenas e delicadas obras. 

Muito prazer! Fique à vontade, passeie um pouco: questões de Direito, português, crônicas ("causos"), jardinagem e artesanato. Uma receita, uma experiência nova, um redescobrir. 

Pergunte, comente, critique, ok? A casa é sua e seu comentário será sempre bem-vindo.

Maria da Gloria Perez Delgado Sanches

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

Arquivo do blog