VEM PRO GOOGLE

VOCÊ ENCONTROU O QUE QUERIA? PESQUISE. Nas guias está a matéria que interessa a você.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.
GUIAS (OU ABAS): 'este blog', 'blogs interessantes', 'só direito', 'anotações', 'anotando e pesquisando', 'mais blogs'.

PARTICIPE TAMBÉM DESTE SITE!

MAIS DE 2.000.000 ACESSOS. Muito obrigada, de coração!

ESTE É UM DOS MELHORES E MAIORES BLOGS DE PORTUGUÊS

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

MAS OU MAIS?

qual a diferença entre mais e mas
Jamais pensei que houvesse dúvidas sobre a utilização de um ou outro termo, até que me perguntaram. Depois vi que a confusão é bastante comum, em especial na internet.
Bem, se a dúvida existe, existe também a resposta, que por sinal é...

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

DOE PALAVRAS

Eu sei. Não tem nada a ver com o português.
Mas tem a ver com doação ao próximo.
O caminho aprendi com o colega recantista Mário Silva (no Recanto das Letras). Acessando o site, conferi e verifiquei que é possível, fácil e rápido. Doe palavras.
O Instituto Mário Penna lançou o projeto, para que possamos enviar mensagens, que são exibidas nas TVs dos hospitais e lares para os pacientes com câncer (Hospital Mário Penna, Hospital Luxemburgo e Casa de Apoio Beatriz Ferraz), em locais onde os pacientes mais precisam de força, como a sala de quimioterapia.
As mensagens compiladas nesse projeto vão se transformar em um livro, que será doado para diversos hospitais.
De pronto, acessei o site http://www.doepalavras.com.br e enviei algumas palavras. Ele está salvo na barra de ícones (é só entrar nos últimos sites acessados que está lá, para acessá-lo, novamente).
Com esse gesto, pode-se perder um minuto do nosso dia. No entanto, a sensação de conforto – de quem dá e para quem recebe – pode repercutir durante o dia inteiro.
Vamos doar palavras?

sábado, 21 de agosto de 2010

INTRICADO OU INTRINCADO?

INTRICADO OU INTRINCADO?
Não poucas vezes, nos deparamos com uma palavra que poderia estar grafada de forma incorreta - um banal erro de revisão do editor do texto.
No entanto, é uma oportunidade de...

PROLIXO X LACÔNICO; PROLIXIDADE X LACONISMO: SIGNIFICADO, DIFERENÇAS

Prolixo e lacônico são adjetivos que se referem a vícios opostos, associados à extensão do falar. O prolixo (o /x/ se pronuncia ks, como em hidróxido) fala demais (ou escreve demais). Ao invés de ir diretamente ao ponto, usa palavras demais. Enfeita, enrola, torna-se enfadonho. Cansa. Quando, ao final, ...
Prolixo e lacônico são adjetivos que se referem a vícios opostos, associados à extensão do falar.
O prolixo (o /x/ se pronuncia ks, como em hidróxido) fala demais (ou escreve demais). Ao invés de ir diretamente ao ponto, usa palavras demais. Enfeita, enrola, torna-se enfadonho. Cansa.
Quando, ao final, desenvolveu o seu pensamento, nem sabemos mais do que falava.
No sentido diametralmente oposto temos o lacônico
Este resume seu pensamento em poucas - ou pouquíssimas - palavras. 
É o sujeito breve, conciso, sucinto, sintético, aquele que resume o que fala ou escreve. Ao terminar sua ...

quinta-feira, 15 de julho de 2010

MANUAL DE LINGUAGEM JURÍDICO-JUDICIÁRIA

Novamente surgiu uma dúvida e pesquisei dicionários e internet. Como escrever: reprovabilidade ou reprobabilidade?
Nos dicionários à mão (impressos ou via Internet) localizei apenas a primeira figura.
O mesmo ocorreu quando consultei o vocabulário da Academia Brasileira de Letras (http://www.academia.org.br/abl/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?sid=23). Estava certa, então: existe apenas a primeira forma.
O estranho a ser reparado é que a mesma dúvida não tenha sido suscitada por...

quarta-feira, 7 de julho de 2010

INEXORÁVEL: O "X" TEM O SOM DE "Z"

como se fala inexorável
Palavra originária do latim (inexorabilis), é um adjetivo comum de dois gêneros, o que significa que mantém a mesma forma, tanto nos casos aplicados a substantivos masculinos como nos relativos aos substantivos femininos:
A morte é inexorável.
O destino é inexorável.
É a qualidade daquilo ou daquele que é implacável, inflexível, não se move por...

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

TODAS AS PALAVRAS PROPAROXÍTONAS SÃO ACENTUADAS?

todas as palavras proparoxítonas são acentuadas?
Nós aprendemos que todas as proparoxítonas são acentuadas. Essa é a regra, que naturalmente admite exceções.
Na verdade, todas as palavras proparoxítonas pertencentes à Língua Portuguesa são acentuadas.
A observação é válida porque usamos...

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

VENDA A PRAZO X VENDA À VISTA

a prazo e a vista: crase ou sem crase
Em VENDA A PRAZO não há crase, porque a locução conjuntiva é palavra masculina.
Entretanto, no caso de VENDA À VISTA ocorre a fusão da preposição A com o...

DÊ UMA CHANCE PARA SEUS SONHOS. DA CIDADE GRANDE PARA A CASA NA PRAIA, COM UM GRAAAAAANDE TERRENO.

DÊ UMA CHANCE PARA SEUS SONHOS. DA CIDADE GRANDE PARA A CASA NA PRAIA, COM UM GRAAAAAANDE TERRENO.
Ser feliz é uma opção e você é livre para viver a vida. Escolha seu sonho. Vale a pena.

QUEM SOU EU

Minha foto

Da capital, já morei entre verde e bichos, na lida com animais e plantas: anos de injeção, espinho de ouriço, berne, parto de égua e curva de nível, viveiros, mudas, onde encontrei tempo para lecionar inglês, alfabetizar adultos e ler livros, na solidão do mato. 

Paixões se sucederam e convivem até hoje: Contabilidade, Economia, Arquitetura (IMES, MACK), a chácara e, afinal, o Direito (FDSBC, cursos e pós graduações). No Judiciário desde 2005, planto, replanto, reciclo, quebro paredes, reconstruo, estudo, escrevo e poetizo, ao som de passarinhos, que cantam nossa liberdade.

Não sou da cidade, tampouco do campo. Aprendiz, tento captar o que a vida oferece, para que o amanhã seja melhor. Um mundo melhor, sempre.

Agora em uma cidade mágica, em uma casa mágica, na qual as coisas se transformam e ganham vida; mais e mais vida. Minha cidade-praia-paraíso, Itanhaém.

Nesta casa de espaços amplos e um belo quintal, que jamais é a mesma do dia anterior, do minuto anterior (pois a natureza cuida do renovar a cada instante o viço, as cores, flores, aromas e sabores) retomei o gosto pelo verde, por releituras de espaços e coisas. Nela planto o que seja bom de comer ou de ver (ou deixo plantado o que Deus me trouxe), colho, podo, cozinho os frutos da terra, preparo conservas e invento pratos de combinações inusitadas, planejo, crio, invento, pinto e bordo... sonho. As ideias brotam como os rebentos e a vida mostra-se viva, pulsante.

Aqui, em paz, retomo o fazer miniaturas, componho terrários que encantam, mensagens de carinho representadas em pequenas e delicadas obras. 

Muito prazer! Fique à vontade, passeie um pouco: questões de Direito, português, crônicas ("causos"), jardinagem e artesanato. Uma receita, uma experiência nova, um redescobrir. 

Pergunte, comente, critique, ok? A casa é sua e seu comentário será sempre bem-vindo.

Maria da Gloria Perez Delgado Sanches

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

Arquivo do blog