VEM PRO GOOGLE

VOCÊ ENCONTROU O QUE QUERIA? PESQUISE. Nas guias está a matéria que interessa a você.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.
GUIAS (OU ABAS): 'este blog', 'blogs interessantes', 'só direito', 'anotações', 'anotando e pesquisando', 'mais blogs'.

PARTICIPE TAMBÉM DESTE SITE!

MAIS DE 1.900.000 ACESSOS. Muito obrigada, de coração!

ESTE É UM DOS MELHORES E MAIORES BLOGS DE PORTUGUÊS

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

"QUE NINGUÉM O HUMILIE": O QUE É ISSO, SANTA? HUMILHE, DE HUMILHAR. De onde tirou isso?

Não existe "humilie". Seria do verbo "humiliar"?
Pense um pouco: qual é o radical do verbo? 
Pois bem, existe... (clique em "mais informações" para ler mais)

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

PRIMEIRO OU SEGUNDO ANDAR? Um sobrado tem quantos andares? Você está contando certo?

Térreo, primeiro, segundo... subsolo.
Se é um sobrado, em geral há apenas um andar: o térreo e o andar. Um andar é único, não primeiro, porque não há um segundo. 
Se mais andares houver, não... 

terça-feira, 15 de setembro de 2015

ENLEVADO: SIGNIFICADO, EXEMPLOS

Enlevado significa estar em êxtase, encantado, embevecido. 

Exemplos:
... ficou enlevada com a...  (clique em "mais informações" para ler mais)

DIFERENÇAR OU DIFERENCIAR: SIGNIFICADO, DIFERENÇA, EXEMPLOS

Diferençar e diferenciar são verbos que fazem ou estabelecem diferença ou distinção entre coisas ou pessoas, é distinguir, discriminar, tornar ou perceber de modo diferente.
Assim, tanto um como outro pode ser usado, sem discriminação, pois têm ambos o mesmo sentido. 
Exemplos:
Jonas não diferencia tomate de abacaxi.
Janaína não consegue... (clique em "mais informações" para ler mais)

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

A ACENTUAÇÃO DE PALAVRAS NO LATIM. DATA VENIA OU DATA VÊNIA?

Nenhuma palavra latina é acentuada. Portanto, não existe data vênia. mas data venia, que significa com licença, com a devida vênia. 
Jamais use “datissima venia” ou... (clique em "mais informações" para ler mais)

LATIM: PESQUISE PRIMEIRO E ESCREVA CORRETAMENTE: A CONTRARIO SENSU, ANIMUS ETC.

a contrario sensu = pela razão contrária
aberratio ictus = erro, ou desvio do golpe
aberratio personae = erro de pessoa
aberratio rei = erro da coisa
actio empti ou actio ex empto = ação do comprador
ad corpus e ad mensuram = por corpo e por medida
ad causam = para a causa
abusus non tollit usum = o abuso não tira o uso
animus = ânimo, intenção, vontade
animus adiuvandi = intenção de ajudar
animus acquirendi ou adquirendi = intenção de adquirir
animus occidendi = intenção de matar
ante acta = (clique em "mais informações" para ler mais)

USO DO LATIM. DESINÊNCIA OU DECLINAÇÃO

É comum o uso de expressões latinas na linguagem forense.
Recomenda-se entretanto que a prática se restrinja aos casos em que haja  a real necessidade das expressões, que normalmente podem ser substituídas por palavras do português, que tornam o texto mais claro e simples.
No latim os substantivos, adjetivos e pronomes têm declinação. Ou seja, sua desinência (ou terminação) modifica-se conforme o... (clique em "mais informações" para ler mais)

GEMINADA OU GERMINADA: a casa é "geminada" ou "germinada". Significado, diferença, exemplos

Geminado é o duplicado, disposto em par. 
Germinar é desenvolver-se, deitar rebentos, dar causa a alguma coisa.
Dizemos que  casas são "geminadas", não "germinadas", quando semelhantes e encostadas umas às outras. 
Para diferençar, pense em... (clique em "mais informações" para ler mais)

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

PRAZEROSO OU PRAZEIROSO? Ficou em dúvida? É fácil.

Pense um pouquinho: prazeiroso ou prazeroso é palavra derivada, formada da palavra prazer mais o sufixo -oso, que significa cheio de, como é o caso de pavoroso, cheiroso, pegajoso. 
Se a original não tem "i", por que a derivada deveria ter? Faz sentido, não?
A forma correta de... 

ESTAMOS "A SUA DISPOSIÇÃO" OU "À SUA DISPOSIÇÃO"; "A SUA VIDA" OU "À SUA VIDA"? Como fica a crase

No caso de “a sua disposição”  ou  “à sua disposição”, a crase é facultativa. Isso porque antes dos pronomes possessivos (meu, teu, nosso, vosso) é facultativo o uso dos artigos definidos. 
Posso dizer "Esta é minha praia" ou "Esta é a minha praia".
Se houver dúvida, use a... 

DÊ UMA CHANCE PARA SEUS SONHOS. DA CIDADE GRANDE PARA A CASA NA PRAIA, COM UM GRAAAAAANDE TERRENO.

DÊ UMA CHANCE PARA SEUS SONHOS. DA CIDADE GRANDE PARA A CASA NA PRAIA, COM UM GRAAAAAANDE TERRENO.
Ser feliz é uma opção e você é livre para viver a vida. Escolha seu sonho. Vale a pena.

QUEM SOU EU

Minha foto

Da capital, já morei entre verde e bichos, na lida com animais e plantas: anos de injeção, espinho de ouriço, berne, parto de égua e curva de nível, viveiros, mudas, onde encontrei tempo para lecionar inglês, alfabetizar adultos e ler livros, na solidão do mato. 

Paixões se sucederam e convivem até hoje: Contabilidade, Economia, Arquitetura (IMES, MACK), a chácara e, afinal, o Direito (FDSBC, cursos e pós graduações). No Judiciário desde 2005, planto, replanto, reciclo, quebro paredes, reconstruo, estudo, escrevo e poetizo, ao som de passarinhos, que cantam nossa liberdade.

Não sou da cidade, tampouco do campo. Aprendiz, tento captar o que a vida oferece, para que o amanhã seja melhor. Um mundo melhor, sempre.

Agora em uma cidade mágica, em uma casa mágica, na qual as coisas se transformam e ganham vida; mais e mais vida. Minha cidade-praia-paraíso, Itanhaém.

Nesta casa de espaços amplos e um belo quintal, que jamais é a mesma do dia anterior, do minuto anterior (pois a natureza cuida do renovar a cada instante o viço, as cores, flores, aromas e sabores) retomei o gosto pelo verde, por releituras de espaços e coisas. Nela planto o que seja bom de comer ou de ver (ou deixo plantado o que Deus me trouxe), colho, podo, cozinho os frutos da terra, preparo conservas e invento pratos de combinações inusitadas, planejo, crio, invento, pinto e bordo... sonho. As ideias brotam como os rebentos e a vida mostra-se viva, pulsante.

Aqui, em paz, retomo o fazer miniaturas, componho terrários que encantam, mensagens de carinho representadas em pequenas e delicadas obras. 

Muito prazer! Fique à vontade, passeie um pouco: questões de Direito, português, crônicas ("causos"), jardinagem e artesanato. Uma receita, uma experiência nova, um redescobrir. 

Pergunte, comente, critique, ok? A casa é sua e seu comentário será sempre bem-vindo.

Maria da Gloria Perez Delgado Sanches

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

Arquivo do blog