VEM PRO GOOGLE

VOCÊ ENCONTROU O QUE QUERIA? PESQUISE. Nas guias está a matéria que interessa a você.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.
GUIAS (OU ABAS): 'este blog', 'blogs interessantes', 'só direito', 'anotações', 'anotando e pesquisando', 'mais blogs'.

PARTICIPE TAMBÉM DESTE SITE!

MAIS DE 1.870.000 ACESSOS. Muito obrigada, de coração!

ESTE É UM DOS MELHORES E MAIORES BLOGS DE PORTUGUÊS

segunda-feira, 2 de julho de 2012

ADJETIVO

Adjetivos: classificação, plural, comparativo, locução adjetiva, adjetivo pátrio, superlativo
É a palavra que acompanha o substantivo, denotando qualidade, propriedade ou estado do ser.
Divide-se em:
explicativo - qualidade essencial, inerente ao ser: água mole, pedra dura, homem mortal, cientista falível.
restritivo - designa qualidade ou propriedade acidental do ser: água...
potável, pedra preciosa, homem bom, cientista ateu.

Adjetivo pátrio: é aquele que expressa nacionalidade ou lugar de origem do ser: café brasileiro, sotaque libanês, cantora paulista.

Locução adjetiva: é a expressão formada geralmente por preposição e substantivo e tem a função de adjetivo: pé de boi (bovino), físico de Apolo (apolíneo), mesa com flores (florida).

CLASSIFICAÇÃO DO ADJETIVO QUANTO À FORMA

Primitivo - não provém de outra palavra da língua portuguesa: belo, pequeno, loiro, meigo.
Derivado - provém de outra palavra portuguesa: carinhoso, cuidadoso, ciumento.

Simples - possui apenas um radical: povo brasileiro, preocupações sociais, floresta negra.
Composto - possui mais de um radical: conferência luso-ítalo-brasileira, país agroindustrial, lugar mal-afamado, criança recém-nascida.

CLASSIFICAÇÃO DO ADJETIVO QUANTO AO GÊNERO
Uniforme - possui uma só forma para os dois gêneros: homem feliz, mulher feliz, criança alegre, rapaz alegre.
Biforme - apresenta duas formas, uma para cada gênero: armário baixo, pia baixa, mulher culta, homem culto, perfume francês, moda francesa.

CLASSIFICAÇÃO DO ADJETIVO QUANTO AO NÚMERO
Concorda com o substantivo: povo pastoril - povos pastoris; visitante bem-vindo, visitantes bem-vindos.

PLURAL DOS ADJETIVOS COMPOSTOS
Regra Geral:
1º elemento = invariável
2º elemento: substantivo = invariável; adjetivo = variável
Meninos sem-vergonhas.
Bifes malpassados.
Pessoas malnascidas.

GOSTOU? COMPARTILHE

OBSERVAÇÃO: Quando o adjetivo é composto por nome de cor + substantivo fica invariável: ternos cor-de-rosa, vestidos cor-de abacate, saias azul-céu.
Ao suprimirmos a expressão "cor de", o substantivo passa a ter função adjetiva, porém, fica invariável: ternos rosa, vestidos abacate.

ALGUMAS EXCEÇÕES:
anágua azul-marinho; anáguas azul-marinho
menino surdo-mudo; meninos surdos-mudos
peixe verde-claro; peixes verdes-claros
presilha verde-escuro; presilhas verdes escuros
o pele-vermelha; os peles-vermelhas

CLASSIFICAÇÃO DO ADJETIVO QUANTO AO GRAU

Comparativo:
igualdade: tão ... como: é tão limpo como a irmã.
superioridade: mais ... (do) que: Ele é mais limpo (do) que a irmã.
inferioridade: menos ... (do) que: Ele é menos limpo (do) que a irmã.
Superlativo:
absoluto: quando se considera a qualidade superior sem referência a outra coisa.
a) analítico: Ele é muito amigo.
Ele é extraordinariamente amigo.
Ele é bastante amigo.
b) sincrético: Ele é amicíssimo.
relativo: qualidade superior relativamente a todas as outras coisas.
a) de superioridade: Ela é a mais bela de todas.
b) de inferioridade: Ela é a menos bela de todas.

OBSERVAÇÃO:
a) os adjetivos bom, mau, grande, pequeno fazem o comparativo de superioridade, respectivamente, em melhor, pior, maior e menor.b) o superlativo absoluto sintético é formado com os sufixos íssimo, rimo, imo, acrescentados ao radical.

deixe um comentário. SEMPRE É POSSÍVEL MELHORAR.

Obrigada pela visita!
QUER RECEBER DICAS? SIGA O BLOG.


Seja leal. Não copie, compartilhe.
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Respeite o direito autoral.
Gostou? Clique, visite os blogs, comente. É só acessar:

BELA ITANHAÉM

TROCANDO EM MIÚDOS

"CAUSOS": COLEGAS, AMIGOS, PROFESSORES

GRAMÁTICA E QUESTÕES VERNÁCULAS
PRODUÇÃO JURÍDICA
JUIZADO ESPECIAL CÍVEL (O JUIZADO DE PEQUENAS CAUSAS)

e os mais, na coluna ao lado. Esteja à vontade para perguntar, comentar ou criticar.
Um abraço!
Thanks for the comment. Feel free to comment, ask questions or criticize. A great day and a great week! 

Maria da Gloria Perez Delgado Sanches

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esteja a vontade para comentar, criticar, elogiar ou enviar sugestões.

DÊ UMA CHANCE PARA SEUS SONHOS. DA CIDADE GRANDE PARA A CASA NA PRAIA, COM UM GRAAAAAANDE TERRENO.

DÊ UMA CHANCE PARA SEUS SONHOS. DA CIDADE GRANDE PARA A CASA NA PRAIA, COM UM GRAAAAAANDE TERRENO.
Ser feliz é uma opção e você é livre para viver a vida. Escolha seu sonho. Vale a pena.

QUEM SOU EU

Minha foto

Da capital, já morei entre verde e bichos, na lida com animais e plantas: anos de injeção, espinho de ouriço, berne, parto de égua e curva de nível, viveiros, mudas, onde encontrei tempo para lecionar inglês, alfabetizar adultos e ler livros, na solidão do mato. 

Paixões se sucederam e convivem até hoje: Contabilidade, Economia, Arquitetura (IMES, MACK), a chácara e, afinal, o Direito (FDSBC, cursos e pós graduações). No Judiciário desde 2005, planto, replanto, reciclo, quebro paredes, reconstruo, estudo, escrevo e poetizo, ao som de passarinhos, que cantam nossa liberdade.

Não sou da cidade, tampouco do campo. Aprendiz, tento captar o que a vida oferece, para que o amanhã seja melhor. Um mundo melhor, sempre.

Agora em uma cidade mágica, em uma casa mágica, na qual as coisas se transformam e ganham vida; mais e mais vida. Minha cidade-praia-paraíso, Itanhaém.

Nesta casa de espaços amplos e um belo quintal, que jamais é a mesma do dia anterior, do minuto anterior (pois a natureza cuida do renovar a cada instante o viço, as cores, flores, aromas e sabores) retomei o gosto pelo verde, por releituras de espaços e coisas. Nela planto o que seja bom de comer ou de ver (ou deixo plantado o que Deus me trouxe), colho, podo, cozinho os frutos da terra, preparo conservas e invento pratos de combinações inusitadas, planejo, crio, invento, pinto e bordo... sonho. As ideias brotam como os rebentos e a vida mostra-se viva, pulsante.

Aqui, em paz, retomo o fazer miniaturas, componho terrários que encantam, mensagens de carinho representadas em pequenas e delicadas obras. 

Muito prazer! Fique à vontade, passeie um pouco: questões de Direito, português, crônicas ("causos"), jardinagem e artesanato. Uma receita, uma experiência nova, um redescobrir. 

Pergunte, comente, critique, ok? A casa é sua e seu comentário será sempre bem-vindo.

Maria da Gloria Perez Delgado Sanches

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

Arquivo do blog